Mutirão contra o mosquito registra a retirada de mais de dez toneladas de lixo em quintais e áreas baldias

Sábado, 27 de fevereiro de 2016, às 07h40.
a413b26e-e1ef-4ec6-93da-44446ac220e6

FONTE: PMMS

O trabalho de combate ao mosquito Aedes aegypti em Mimoso do Sul foi intensificado nos últimos dois meses, mas ainda assim apareceram novos casos confirmados de dengue, obrigando o município a realizar um grande mutirão de limpeza nessa quinta (25) e sexta-feira (26).

O mutirão mobilizou empresas, comércios, escolas e a municipalidade. Uma campanha para montar equipes voluntárias para atuar nos dois dias de mutirão foi lançada algumas semanas antes. O resultado foi bem positivo, com centenas de pessoas nas ruas, acompanhando as equipes de agentes de endemias, no recolhimento de lixo e recipientes em áreas de vegetação, terrenos baldios e até alguns quintais particulares.

Equipes da Prefeitura deram o suporte com maquinários e caminhões para a retirada de galhos e entulhos. Ao todo, foram recolhidos 37 caminhões e 14 caçambas de entulhos, centenas de sacos de 100 litros com garrafas, recipientes plásticos, latas e sacolas. “Infelizmente, mesmo com tantas campanhas educativas, parte da população ainda está acomodada para a situação que vivemos de riscos de morte com as doenças causadas pelo mosquito. Encontramos móveis, eletrodomésticos, pneus, brinquedos, de tudo um pouco, dentro dos rios”, comentou o secretário de Limpeza Pública, Heleno Leite.

Em 1.489 residências vistoriadas foram encontrados vinte focos de mosquitos, sendo 4 positivos para o Aedes aegypti. O coordenador de endemias, Thiago Santiliano, revelou que a maioria dos focos e áreas propensas à formação de criadouros dos mosquitos ainda se encontram dentro das residências. “Encontramos panelas com água embaixo de pias, água acumulada naqueles recipientes atrás de geladeiras e, por mais que orientamos evitar, ainda encontramos plantas com água acumulada”, registrou Santiliano.

Pequenos em ação
​​​​​​​​​​
Todas as escolas do município, do ensino infantil ao médio, também atuaram no mutirão, só que com passeatas e mobilização porta a porta com distribuição de panfletos e números culturais com orientações de combate e prevenção ao mosquito.

Números de casos no município aumentaram

O índice de infestação do mosquito Aedes aegypti em Mimoso do Sul teve considerável aumento nos últimos dois meses, colocando o município em situação de risco.

Atualmente, a situação do município, segundo a Secretaria de Estado da Saúde (Sesa), é acima de 300 casos por 100 mil habitantes, considerada de alto risco, ocupando o 12º lugar entre os 16 municípios do Sul do Estado com mais casos de infestação. Para calcular a incidência, divide-se o número de notificações (ou seja, o número de novos casos da doença) pela população do município e multiplica-se este valor por 100 mil.

3d477e5d-56b8-472a-8948-f6a7a85bf30c

171cc5d2-b4c6-4fe4-886a-f9ca4043b186

984d9c75-74a5-4634-af79-127b94d49445

b5fcce2e-d1e2-4b0d-bd4c-1978aa6345d1

f616b453-714a-4123-adb4-7d03fc9cd276

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *