Curtas de Rodrigo Curty Pires: “Pra não dizer que não falei do lixo”

DSC02089

Olá meus amigos,

As curtas vem agora dando uns toques, toque de alerta para um monte de assunto, assuntos estes que estão se tornando uma rotina perigosa em nossas vidas. Vamos lá?

* Todos nós estamos vendo na mídia nacional como a violência tem crescido e como a população tem resolvido isso por conta própria. Casos de estupro, casos de atropelamento, entre outros e o povo não está esperando a justiça resolver, está tomando atitude imediatamente com linchamentos e outros, isso é sinal de alerta para os “homens da lei”, se continuar assim é de se preocupar e muito, pois os ataques de fúria do povo são reflexos da falta de eficácia da justiça. Aqui estamos já presenciando roubos, furtos, entre outros, cuidado povo de Mimoso, isso não é o progresso.

* Falando de segurança, tenho ficado preocupado com a correria que está nestas ruas de carros, motos e caminhões que estão abusando das nossas pequenas vias. A propósito, já passou da hora de nossos administradores sentarem e discutirem o trânsito, o rotativo vem aí e moralizar esse problema também é uma prioridade;

* Estamos na “panha” de café, época que nosso “ouro verde” sai dos pés e vai para os sacos virarem papel moeda. Será que as pessoas que saem de suas casas bem cedo para ir trabalhar estão contando com segurança nesse tipo de atividade? Ou seja, ir e vir para o trabalho?

* O mico da semana vai para a organização e para falta de atenção dos nossos conterrâneos que foram a EXPORTUR 2013 em Vitória. É fato que em uma das entradas dessa feira havia uma foto do nosso distrito e patrimônio histórico São Pedro do Itabapoana como sendo “os casarios de Muqui”! Pois é…

* Nessa mesma Exportur soube que nossa região que é denominada de Região dos Vales e do Café foi a última colocada na avaliação. Bom, isso é ruim demais, pois é um sinal de alerta, atenção quem administra esses municípios que compõe essa rota turística. O saldo pode ter sido até positivo como noticiado nos sites daqui da cidade, mas ser mal avaliado foi o “Ó”!

* Tive uma notícia aí muito boa: soube que o CDL de Mimoso tem a intenção de colocar câmeras de segurança e monitoramento nas ruas do centro e no comércio. Passou da hora! Manda ver! Faz mesmo!

* Ganhamos algumas máquinas e veículos do estado e da união, beleza! Já falei: se tem máquinas agregadas pode desagregar, agora temos!

* Achei ótimo a reforma da estrada do Cristo Redentor, a grande obra ali na minha modesta opinião é de drenagem, pois o volume de água que desce daqueles morros é uma exorbitância, pode a estrada estar legal mas se chover, vai tudo por água abaixo literalmente. O calçamento ali é prioridade, mas se não fizer esse trabalho…

* Agora vou falar de cultura, o movimento a favor desta tem aumentado com força e louvores e enfim o Rotary lançou a brilhante ideia do companheiro Airton da Biblioteca Livre no Bairro Funil onde outras associações podem ser agraciadas em breve. Tem também a fundação da Casa do Poeta pelos nossos escritores locais, bom, parece que a cultura volta a pulsar forte;

* Um morador lá de perto do lixão me mostrou algumas fotos de como estava a situação por lá… Realmente caótica, daí andou reclamando pela rua com um, com outro, deram a desculpa que era o lixo do feriado de Corpus Christi, mas nada, ele afirma com muita propriedade que aquele lixo estava lá há mais de mês. Bom, só sei que depois disso andaram passando a máquina por lá, será que enterraram o lixo?

*As pessoas tem que parar de aplaudir o óbvio, já falei disso outras vezes aqui nesse site, pagar em dia não é nada demais, limpar ruas não é nada demais, prover pela saúde não é nada demais, manter estradas limpas e transitáveis também não é nada demais. Isso tudo são “ossos do ofício”, eu aplaudo de pé e grito se cursos profissionalizantes vieram pra cá, se empregos forem gerados fora da prefeitura, entre outros benefícios. Coisas grandes meus amigos… Vamos pensar em coisas grandes para Mimoso, bater palminhas para essas coisinhas é muito pouco ou pequeno;

* Para finalizar as “Curtas” desta semana queria dizer aos meus munícipes que a gente tem que amar esta terra acima de tudo, quem vai fazer alguma coisa para este lugar somos nós, não podemos esperar que alguém venha de fora para alavancar o crescimento daqui, somos nós é que vamos através da educação, da cultura, da força de vontade de nosso povo  fazer Mimoso do Sul deixar de ter o rótulo que aqui nada dá, que aqui não cresce, que aqui é a terra do “já teve”. Mimoso do Sul é a terra do futuro sim, nós filhos daqui, sangues daqui, vamos aflorar nosso bairrismo, vamos aflorar o nosso amor por este cantinho do mundo onde um Cristo de braços abertos nos abraça. Vamos em frente Mimoso do Sul!

DITADO DO DIA: “Um salariozinho faz a opinião de muita gente mudar… É uma pena!”

 

Um forte abraço!

TEXTO: Rodrigo Curty Pires

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *