Opinião Renata Mofatti: Vamos refletir sobre a violência nas escolas?

violencia_escola

Abaixo estão algumas perguntas que vão muito além de fatos isolados. Estamos iniciando uma fase de produção de uma extensa matéria sobre a nossa educação e iniciamos com essas perguntas. Quem saberia responder? Como está a consciencia de cada aluno, cada pai, cada professor, cada diretor nessa hora? 

01 – Será que tudo é culpa do professor? Será que tudo é culpa dos alunos? Será mesmo que o bullyng é algo totalmente prejudicial?

02 – Qual era o seu apelido no tempo escolar? Esse apelido te traumatizou a ponto de você crescer e cometer atrocidades?

03 – Os alunos estão respeitando os professores? Os professores tem tido paciência com alunos?

04 – Como está o sistema educacional do Brasil, do Estado e de nossa cidade ultimamente?

05 – Qual a diferença entre liberdade e libertinagem?

06 – Por que anos atrás os alunos eram tão obedientes e comportados?

07 – Você algum dia teve um momento de fúria dentro de sua sala de aula?

08 – E os pais? Onde estão quando seus filhos navegam horas a fio na internet?

09 – Educar é tarefa de quem? Dos pais ou da instituição escolar?

10 – Durante o período letivo, os professores tem sofrido ameaças de alunos?

11 – E os alunos tem se sentido coagidos de alguma forma?

12 – Nossos professores tem se atualizado para suprir essa modernidade?

13 – Onde mora a razão? Como está a sua escola?

14 – Como tem sido a atuação de nosso Conselho Tutelar?

15 – Algum aluno já te ameaçou com uma faca? O que aconteceu depois com ele?

16 – Algum professor já te bateu? O que aconteceu depois com ele?

presenta

 

O Site Mimoso In Foco lança essas perguntas para que sirvam de reflexão entre alunos, pais, professores, diretores e equipe pedagógica.

Estamos numa fase inicial da produção de uma extensa matéria sobre a educação em Mimoso do Sul. Acreditamos que fatos isolados que tem acontecido podem ser evitados com diálogo, com transparência.

Neste mundo onde parece que tudo “pode”, acompanhamos com tristeza notícias de que alunos batem em professores, professores que se estressam e muitas tragédias dentro de classe.

Será que há como cortar o mal pela raiz? Esse mal poderia ser cortado com qual tipo de conscientização?

Temos acompanhado também, com muita indignação, que atualmente professores tem sido brecados de até mesmo chamar a atenção dos alunos. Muitos alunos afirmam debochando: “sou de menor hein?!?”

E por outro lado, temos acompanhando professores amargurados com o sistema, que acabam manchando uma trajetória profissional por momentos (segundos) de raiva.

Sim. Toda história tem os dois lados. Neste caso (educação) existem mil facetas, mil lados, mil exemplos e explanações.

Deixamos o Site totalmente aberto para que você internauta seja um participante ativo desta matéria que estamos produzindo com a pura intenção de trazer um pouco mais de respeito e harmonia nas salas de aula (do aluno para o professor) e (do professor para o aluno).

Queremos promover através dessa reflexão o respeito também dos pais com a escola. Eles sempre marcam presença em reuniões ou só marcam presença em festinhas?

Enfim, todas as nuances da nosso sistema educacional estará em breve, aqui mesmo no site, numa matéria especial.

Tem perguntas a fazer? Envie sua pergunta para renata@mimosoinfoco.com.br. Manteremos o seu nome em TOTAL SIGILO.

E como dizia o saudoso humorista Chico Anysio: E O SALÁRIO OH!

* Apesar da liberdade de expressão, pedimos que, por favor, não deixem comentários ofensivos, de violência neste canal de comunicação. Vamos fazer diferente: exercitar nossa cidadania, colocar em prática as suas dúvidas. Aguardo, por isso, o email de nossos cidadãos de bem que lutam pela (re) construção de um mundo melhor!

TEXTO: Renata Mofatti

Jornalista

renata@mimosoinfoco.com.br

(28) 9979 8039 / (28) 3555 4618

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *