Você in Foco

Pedra do Monumento ao Cristo está com sério risco de queda

Segunda-feira, 24 de Junho de 2019 às 06:02

Por Redação in Foco
Segunda-feira, 08 de abril de 2019, às
IMG_20190408_123949022

Por Redação In Foco

Não há como prever o imprevisível, tão pouco saber a exatidão de quando devem ocorrer as intempéries da natureza, mas prevenir e agir para evitar tragédias são atitudes que podem ser tomadas pelo poder público com relação a muitas situações no município, dentre elas, uma de grande risco que pode ou não ser eminente é a pedra no Monumento ao Cristo que corre riscos de desabar após uma dilatação, seja em breve ou daqui a muitos e muitos anos (não é possível precisar com exatidão).

O que pode provocar a dilatação das pedras é um calor excessivo, seguido de muito tempo de chuva. Clima comum em nossa região.

Após levantamento dos Bombeiros e Defesa Civil, a Prefeitura foi obrigada a notifica a Delegacia local e o Hospital Apóstolo Pedro, locais de maiores riscos caso a pedra venha a cair realmente (há setenta anos esse risco é real). A delegacia terá seu funcionamento em outro local, no prédio do IDAF. Já o Hospital por ter uma grande estrutura, muitos leitos e ser um prédio com mais de setenta anos, sempre passando por manutenção, vai lutar juntamente com o órgão público no reforço em pedidos para a retirada da pedra.

Tomada de medidas

Enquanto isso a atual gestão, segundo informa o Prefeito Municipal Angelo Guarçoni Júnior (Giló), vai lutar em parceria com o Hospital e Delegacia para que busquem recursos via Governo Estadual e Federal para que a situação seja resolvida o quanto antes. “Nossa busca é a remoção da pedra dessa encosta.

“Contactamos um topógrafo para o levantamento e análise da última parte da pedra. O projeto de engenharia só pode ser feito mediante o laudo e após essas etapas que a prioridade é máxima, buscaremos todo o apoio das esferas estaduais e federais, pois sabemos que o mais indicado é a remoção dessas pedras do que um novo local para o Hospital que está totalmente estruturado,” aponta o Prefeito.

Acredita-se que a soma de todo esse trabalho seja no valor aproximado de quinze milhões de reais. Há dez anos, o valor era de R$ oito milhões.

Enviamos algumas perguntas à Defesa Civil do município que vai responder até às 18h00. Retornaremos com mais detalhes sobre o assunto ainda hoje! Fiquem de olho!

Busca

Mimoso in foco 2013 - Todos os direitos reservados
renatoalcantara.com