Social

Assistência Social promove carreata de conscientização contra a violência da pessoa idosa

Sexta-feira, 07 de Agosto de 2020 às 18:48

Por Redação in Foco

Segunda-feira, 15 de junho de 2020, às 21h00. 

76058e3a-a147-459e-bd06-75fda9378edf

 

Por Redação In Foco

Carreata de Conscientização
A equipe do CRAS, do CREAS, Conselho Municipal em Defesa do Direito da Pessoa Idosa com apoio da Secretaria de Assistência e Desenvolvimento Social percorreram as principais ruas de Mimoso do Sul numa campanha para conscientizar a população quanto a importância da prevenção a violência contra a pessoa idosa. A carreata é uma alusão ao Dia Mundial da Violência Contra a Pessoa Idosa.

Projeto antes da Pandemia
O projeto inicial, antes da pandemia e os riscos que aglomerações podem causar, seria uma caminhada com os idosos atendidos pelo CRAS, alunos da Escola Viva e funcionários da Secretaria de Assistência e Desenvolvimento Social.

Vídeos
E nesses tempos em que o espaço virtual ganha cada vez mais força porque a presença física nem sempre é tão possível quanto antes, a equipe fez um vídeo de prevenção com os próprios Idosos que são atendidos pelo CRAS, conscientizando sobre a importância de amar, cuidar respeitar, acolher e fazer valer os direitos da pessoa idosa na nossa sociedade e outro vídeo contando com os profissionais da Secretaria de Assistência e Desenvolvimento Social, repleto de frase de respeito ao idoso e protesto contra todo e qualquer tipo de violência contra o idoso.

Reorganização de ações
A equipe reorganiza suas ações para que o trabalho possa acontecer e nenhum idoso fique desprotegido nesse período. “Estamos fazendo ligações semanalmente para os idosos, alimentando o grupo de whatssap dos idosos do CRAS com informações acerca do Covid 19, orientações importante de prevenção, dicas de atividades para fazer nesse período de isolamento, atividades físicas para fazerem em casa, distribuímos máscaras. E ainda temos muitas outras atividades para serem realizadas a médio e longo prazo. Estamos contando com o término da reforma do Centro de Convivência do Idoso, que acontecerá em breve, para que a longo prazo, possamos voltar com nossas atividades semanais presenciais, nem que de início tivermos que trabalhar com turmas menores e em dois turnos para atender a todos os idosos”, conta a equipe da Secretaria.

Objetivo deve ser alcançado
Certamente, já havíamos planejado desde o início do ano juntamente com o CREAS que o mês todo de junho seria voltado para Conscientização da Violência contra a Pessoa Idosa, tivemos até o apoio da Escola Viva que iria colocar os alunos para trabalhar esse tema, mas no entanto, o mundo foi acometido dessa Pandemia e tivemos que nos reorganizar, mas tenho plena certeza que de alguma forma nosso objetivo será alcançado através das ações que estão sendo realizadas.

Isolamento não significa estar só
A equipe da Assistência esclarece que “estar em isolamento não significa estar sozinhos, estamos aqui trabalhando por eles e sempre a disposição para acolher suas dores e anseios sempre que necessário. Há toda uma equipe preparada para estar juntos com os idosos e atende-los. Não aceitamos nenhuma forma de violência contra a pessoa idosa e faremos o possível para resguardar nossos idosos. Tenho a certeza que tudo isso vai passar, não podemos perder a esperança nem nossa fé. Amamos nosso trabalho, amamos nossos idosos e continuaremos nesta luta, não só hoje, mas todos os dias até que possamos ver resultado dessa batalha e termos nossos idosos seguros e com seus direitos garantidos”.

Tantas denúncias de violências contra a pessoa idosa
É inaceitável que em pleno século XXI, com uma população idosa de cerca de 22 milhões de pessoas acima de 60 anos (dados da OMS de 2013), hoje creio que esse número seja maior, ainda temos que receber tantas denúncia de violência contra o idoso, um mundo tão desenvolvido, com tecnologias tão brilhantes e fantásticas, com uma ciência tão avançada não combina com a realidade que vemos hoje. Mas é isso que temos, milhares de idosos sofrendo som a abuso financeiro, que é a exploração imprópria ou ilegal ou o uso não consentido pelo idoso de seus recursos financeiros e patrimônios; violência física, empurrar, bater, arranhar, chutar, ferir, socar, beliscar e agredir; Violência Psicológica/verbal, humilhar, xingar, restringir a liberdade, isolar do convívio social, desrespeitar, aterrorizar , ridicularizar; Negligência, omissão ou negação em fornecer assistência básica que o Idoso necessita para sobreviver; Abandono, desabrigar, desprezar, desproteger, rejeitar, recusar cuidar do familiar idoso. Tudo isso é preciso combater, é dever meu, é dever seu, é dever de todos nós. Não podemos fingir que não vemos, silêncio é cumplicidade. Denunciar é cuidar. Educar nossas crianças, ensinando o respeito ao idoso é preparar um futuro bom para nós.

Busca

Mimoso in foco 2013 - Todos os direitos reservados
renatoalcantara.com