História de Mimoso

Em projeto de Redescoberta do município, equipe escolar visita o Porto da Limeira

Terça-feira, 19 de Novembro de 2019 às 07:58

Por Redação in Foco
Quarta-feira, 31 de julho de 2019 às 12h10
32a4ea76-08b5-41f1-995c-34f4baecf0c7

Por Redação In Foco

Alunos, professores de Geografia e História da Rede Municipal, da Escola Viva e o Historiador Renato Pires Mofati realizaram na última terça-feira, dia 30 de julho, uma Expedição ao Porto da Limeira, situada à margem sulina capixaba do Rio Itabapoana, em Mimoso do Sul.

A visitação, guiada pelo morador da Vila dos Pescadores Senhor Ronaldo, faz parte do Projeto Redescoberta Histórica e engloba palestras, leitura de livros, fotografias e depoimentos históricos, culturais e relevantes de Mimoso do Sul, através das ações de estudos para o resgato sócio, político e  econômico.

Durante o percurso, os visitantes conheceram as antigas ruínas do Porto da Limeira em Mimoso do Sul que durante muito tempo foi importante local de entrada e saída de vários tipos de produtos e cargas, dentre eles, destacam-se o café, açúcar, aguardente, querosene, alimentação, medicamentos e tecidos, sendo que o principal produto embarcado era o café produzido na região que seguia em pranchas pelo rio Itabapoana até a Barra do Itabapoana, logo após seguindo nas embarcações maiores no mar.

“Atualmente o que vemos são apenas vestígios da história e da embarcação que naufragou. Vale lembrar que o Itabapoana era famoso por suas águas profundas e além disso é possível chegar ao ponto exato onde foi o antigo Porto e acredita-se que grande parte do passado está soterrado com toneladas de terra e o acesso as outras partes estão tomadas por intenso matagal que dificulta uma melhor observação do outro lado da margem onde fica a enigmática Vila da Rainha”, conta o Historiador Renato Pires Mofati.

Não foi possível a visitação à Vila devido à baixa do Rio Itabapoana e nenhum tipo de embarcação consegue seguir para este local em que existe um intenso trabalho de pesquisa arqueológico feito por estudiosos do norte Fluminense, através do IPHAN -Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional.

0e76e7f9-b840-4c6f-a03b-182fa2a438df 1e40c106-1a04-4296-a419-78159dab6b83 67310888_1711117162353015_5401851780600430592_n 67322766_1711118652352866_3222537846501933056_n 67352036_1711117402352991_6167485067535843328_n 67383749_1711118115686253_4963182959361261568_n 67446368_1711118312352900_2870572410535411712_n 67456771_1711113302353401_6463248824914673664_n 67600967_1711117582352973_8702837939203211264_n 67887642_1711117019019696_8644363651685285888_n c8c15a57-989b-49c8-87fe-01c0d65e3c40

Busca

Mimoso in foco 2013 - Todos os direitos reservados
renatoalcantara.com