Coberturas

Escola celebra livro lançado em sua homenagem

Domingo, 17 de Dezembro de 2017 às 21:12

Por Redação in Foco
Terça-feira, 28 de novembro de 2017, às 21h25.
3c71310f-921b-4441-8637-1928388f91f9
 

Por Redação In Foco

Nesta noite de terça-feira (27), às 19h00, foi lançado o livro “Colégio de Mimoso: Uma História”, de autoria do escritor Roberto Brochado Abreu.

O evento aconteceu na Escola “Monsenhor Elias Tomasi” e contou detalhes da própria instituição e muitas curiosidades. O convite destinado à sociedade teve como principais presenças professores, alunos, representatividades políticas e membros da Academia de Letras de Mimoso do Sul. Todos irmanados pelo interesse de manter viva muitas memórias de um tempo que passou e não volta.

Segundo o escritor, “para entender a história do Colégio de Mimoso, tem que interligar a biografia de Monsenhor Elias Tomasi e do Professor Clóvis Abreu, dada sua influência no nascedouro e a fatos que se deram quando da estadualização da escola. Outros ícones de Mimoso, escolhi também para inserir nessa obra, por meio de biografia reduzida; para não dizerem que falei de poucos. A lista de beneméritos é extensa, de todas as classes sociais, que merecem obra à parte, que na certa sairá com contribuição de muitos. Procuro complementar escassez de informações consolidadas sobre a história do colégio”, conta.

O livro é indicado para todos os públicos, mesmo porque a história que conta, não contorna, não protege com as brumas do passado, nenhum fato escabroso ou não.

 

Sobre o Autor

Roberto Brochado Abreu nasceu em Mimoso do Sul em 1953, na Vila da Penha, sétimo filho do professor Clóvis Abreu e da professora doa Margarida Brochado Abreu. Em 1955 chegou a residir uns dois meses em Vila Velha, para onde se mudou em definitivo a partir de 25/05/1960, sempre morando em Prainha. Iniciou seus estudo ainda em Mimoso, depois no Grupo Vasco Coutinho em Vila Velha, prosseguindo no Colégio Marista de Vila Velha, entre 1961 a 1970. No ano seguinte entrou para a UFES na antiga Escola Politécnica.

Trabalhou na primeira fase da construção da Aracruz Celulose (76/78). Atuou com os maristas em Goiás por seis meses em 1979. Em seguida foi engenheiro da Secretaria de Estado da Saúde / ES entre 1980-1985. Participou da Fundação do Sindicato dos Engenheiros no Espírito Santo e atuou no CREA/ES em 1988.

Em razão de cartas do leitor publicadas na imprensa de Vitória ES, e de textos que escreveu sobre a história, mormente de Vila Velha e sua cidade natal, em meados dos anos 90 foi inscrito como membro efetivo da Academia de Letras Humberto de Campos, hoje Academia de Letras de Vila Velha.

Fundador e presidente da Associação de Moradores de Vila Velha Centro, e da Casa da Memória de Vila Velha (hoje Instituto Histórico e Geográfico de Vila Velha – Casa da Memória), e de outras organizações não governamentais .

Engenheiro Civil, formado na UFES em 1975, trabalhou para a PMVV em 1988, e a partir de 1989 na PMV por nomeação. Prosseguiu na Prefeitura de Vitória como Engenheiro concursado, atuando no trânsito até se aposentar em 2013.

Recente é o fato de que no site Morro do Moreno, tem saído diversos de seus artigos.

7f412293-9289-46e1-b1d8-7382796366b6 463e7a36-7c15-4da8-886c-a9dd337b389e 1916f4dd-0992-44a8-aa22-5f8e128978b3 23817efe-d9b7-4b71-aa59-1f9578483aa1 42590aff-0eb3-4618-bb01-6c43453582b1 147126bb-8989-4dc9-9c99-07969b5c18c4 517163b7-2f55-48d5-9294-b0a336b094b5 fb5a14ba-abee-447d-a8db-89548b246ba7 fd85ba97-8306-4c37-8d3b-16bcdd691c10

Busca

Mimoso in foco 2013 - Todos os direitos reservados
renatoalcantara.com